quarta-feira, 31 de março de 2010

fé!!!
cavalo de pau

 De puro éter assoprava o vento

Formando ondas pelo milharal
Teu pêlo claro boneca dourada
Meu pêlo escuro, cavalo-de-pau
Cavalo doido por onde trafegas
Depois que eu vim parar na capital
Me derrubaste como quem me nega
Cavalo doido, cavalo-de-pau

Cavalo doido em sonho me levas

Teu nome é tempo, vento, vendaval
Me derrubaste como quem me nega
Cavalo doido, cavalo-de-pau

Cavalo doido, cavalo-de-pau

De puro éter assoprava o vento
Formando ondas pelo mi.....lharal
Teu pêlo claro boneca ... dourada
Meu pêlo escuro, cavalo....-de-pau
Cavalo doido por onde trafegas
Depois que eu vim parar na capital
Me derrubaste como quem me nega
Cavalo doido, cavalo....-de-pau (2x)
Cavalo doido em sonho me levas
Teu nome é tempo, vento, vendaval
Me derrubaste como quem me nega
Cavalo doido, cavalo....-de-pau (2x).
                                   "Alcel Valença"
 

  Horas difícil, que nos faz da valor, na vida que temos!!!

Já a uma semana não tenho como produzir minhas historias, porque meu cavalo de pau esta com os sapatinhos velhos.
   




 Hoje 31/03/2010, a grana que tenho mal, da para pagar a faculdade de educação física que estou fazendo, na universidade Jose Rosário Velano.


Muitos projetos para serem realizado e aqui estão alguns deles.
    *Tenho aquele jequitibá. De mais ou menos 35 m, na cidade vizinha, “Serrania MG”
    *Tenho uma travessia de caiaque, de Alfenas a Fama MG. 45 km em dois dias.
    *Tem alguns picos que quero subir de bicicleta.
    *E algumas travessias de mochileiro que pretendo começar afazer

Tenho distribuído currículos na cidade toda para arrumar serviço!!
E está bem difícil arrumar serviço que de um tempinho para estudar, e pagar uma faculdade para tirar notas baixa não rola!





Tenho um grande defeito, acredito muito nos homens, do mesmo jeito que acredito em mim!

4 comentários: